2020….


Início de década…início de ciclo…expectativas…sonhos…. Decisões
Um mix de tudo isto acalentado pela epidemia de ansiedade que permeia nossa sociedade contemporânea, esta parece estar aceitando tal noite escura da alma como um estado natural da vida….
Não deve ser….nosso maior proposito é que esta energia densa seja transmutada em algo maior, mais leve…seja tudo isto um mero combustível para nossa criatividade e força interior….
Que tenhamos neste início de ciclo coragem para decidir e aceitar qualquer situação como um mero aprendizado…sempre com leveza e humor, pois no frigir dos ovos, como se diz por aí, nem a roupa que vestimos no fim, somos nós que escolhemos…
Que tenhamos lucidez para utilizar as facilidades que a sociedade contemporânea apresenta a nosso favor, para aproximar mais as pessoas, nos tornar mais plenos, pois como já disse Neil Armstrong “a maior distância no universo é entre dois seres humanos”
Que empatia, não seja apenas uma expressão bonitinha, usada para ficar na moda, e sim uma verdade crucial do ser humano que foi atropelada pelo mundo moderno (a mesma já virou até matéria obrigatória de MBAs em todo canto).
Que a distuptura (outra palavra “muderna em moda), não seja meramente um jargão pseudo intelectual usado em rodinhas e postagens de mídia social, e sim, uma quebra de paradigmas para uma sociedade melhor
Menos intolerância…que é a prima da arrogância e no fundo a filha bastarda do medo…onde se vale a tese de quem grita mais se faz ouvir.
Menos polarização e mais dialogo, nada é absoluto (volta a tese da roupinha que nem escolhemos…)
Mais fé e espiritualidade…independente de religião…conheço ateu muito mais espiritual do que gente que bate ponto em igreja e só fode o próximo…
Que vivamos uma década plena…. Muita música, arte, prosperidade, leveza, sexo, rock n´rol, qualidade de vida e principalmente sabermos agradecer os pequenos milagres, que se apresentam a cada segundo de nossa efêmera existência
Seja pelas bênçãos de quem for: Deus, Jesus, Buda, Kardec, Hendrix, Xangô,Miles Davis, Zappa, Ultraman, Stephen Hawking. ..não importa…a experiência humana é única, deve ser vivida plenamente…
E para fechar, uma palavrinha enjoada, clichê que chega a encher as patavinas…mas é muito verdadeira: #gratidão….
Feliz início de década para nós!!!!
Assim seja…Namaste…one, two, and three four…!
Oka
5/01/2020FB_IMG_1577417749039

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>