Como estudar guitarra.


COMO ESTUDAR GUITARRA

 

raibow


 

Para que tudo isso aconteça de maneira sincrônica, o estudo musical deve ser colocado como um ponto à parte na agenda e rotina pessoal; um momento em que as atenções não podem ser roubadas pelas situações diversas da vida e outras distrações que se é submetido a todo momento na vida moderna.

Apesar de que a cultura relativa à guitarra tenha muito do mito de que o virtuose toque à velocidade da luz, para se chegar a esse tipo de resultado a lentidão se faz obrigatória na busca da precisão na execução.

Qualquer informação, escala, lick ou exercício deve ser dividido em pequenos trechos e tocados lentamente, na medida em que a “pegada”, timbre e convicção não sejam atropeladas pelo desejo e impulso de cortar caminhos.

O uso de metrônomo e bateria eletrônica se faz obrigatório para que esta disciplina citada, torne-se natural na vida musical. Estes são fatores que fazem com que a divisão e proporção entre as notas sejam precisas e corretas, sendo o mais importante tópico para que a música se faça presente (tempo).

Frank Zappa declarou no seu “Songbook”, que o mais importante, ao se interpretar um solo, seria respeitar a rigidez na rítmica complexa de sua música. Da mesma forma, Steve Ray Vaughan afirmou numa entrevista com a GP Americana, que a falta de senso rítmico nos músicos modernos é culpa do estilo de vida que se leva; quando se anda pouco a pé, a cavalo ou de trem; meios de locomoção que estão diretamente ligados a uma pulsação constante e orgânica.

Tudo isso prova que a música existe em qualquer situação na qual esperamos que ela esteja presente.

Outro fator a ser policiado com critério é o cuidado com as mãos. Dado à demanda que temos de digitar no computador e problemas posturais gerais são necessários alongamentos básicos de braços e mãos antes e depois do estudo.

Movimentos básicos:

a) Puxar o braço contra o corpo;
b) Puxar as mãos opostamente ao corpo;
c) Puxar os braços pelos cotovelos;
d) Balançar as mãos soltando-as.

 

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>