Tag Archives : marcio okayama


O Céu ainda é azul…Graças a Deus!

  Equivocos  de midia, causam  muitas vezes estragos tão devastadores quando a  bomba de Hiroshima, maculando a imagem e posicionamento de um artista, empresa ou mero mortal; vide da tragédia com donos da Escola Base(que mudou até a questão da ética em escolas de jornalismo) ao filme Amadeus surgido  por causa de um folhetim escrito como […]

yoko

Obrigado Mr. Holdsworth….

É chover no molhado ,ou dizer que um peixe vive na água, afirmarmos que a noite paulistana era outra nos idos finais dos anos oitenta, inicio dos noventa; priscas eras Um aspirante a guitarrista profissional encontrava inúmeras dificuldades, em contrapartida existiam também territórios virgens de oportunidades para realizar seus sonhos. Me incluía nesta casa de […]

17880386_10211733398745754_5117064876925055451_o

Dicas de estudo de guitarra 2

Estudo Zen…

Ter Licks arrasadores, convicção, fraseado melódico e convicção rítmica são objetivos de todos guitarristas..

Para que tudo isso aconteça de maneira sincrônica, o estudo musical deve ser colocado como um ponto à parte na agenda e rotina pessoal; um momento em que as atenções não podem ser roubadas pelas situações diversas da vida e outras distrações que se é submetido a todo momento na vida moderna.

Apesar de que a cultura relativa à guitarra tenha muito do mito de que o virtuose toque à velocidade da luz, para se chegar a esse tipo de resultado a lentidão se faz obrigatória na busca da precisão na execução.
Qualquer informação, escala, lick ou exercício deve ser dividido em pequenos trechos e tocados lentamente, na medida em que a “pegada”, timbre e convicção não sejam atropeladas pelo desejo e impulso de cortar caminhos.

O uso de metrônomo e bateria eletrônica se faz obrigatório para que esta disciplina citada, torne-se natural na vida musical. Estes são fatores que fazem com que a divisão e proporção entre as notas sejam precisas e corretas, sendo o mais importante tópico para que a música se faça presente (tempo).

Frank Zappa declarou no seu “Songbook”, que o mais importante, ao se interpretar um solo, seria respeitar a rigidez na rítmica complexa de sua música. Da mesma forma, Steve Ray Vaughan afirmou numa entrevista com a GP Americana, que a falta de senso rítmico nos músicos modernos é culpa do estilo de vida que se leva; quando se anda pouco a pé, a cavalo ou de trem; meios de locomoção que estão diretamente ligados a uma pulsação constante e orgânica.

Tudo isso prova que a música existe em qualquer situação na qual esperamos que ela esteja presente.
Outro fator a ser policiado com critério é o cuidado com as mãos. Dado à demanda que temos de digitar no computador e problemas posturais gerais são necessários alongamentos básicos de braços e mãos antes e depois do estudo.

Movimentos básicos:
a) Puxar o braço contra o corpo;
b) Puxar as mãos opostamente ao corpo;
c) Puxar os braços pelos cotovelos;
d) Balançar as mãos soltando-as.

Segue abaixo um video antigo onde passo umas dicas de alongamento

palhetaOkayamasamurai

Guitars on the Road!

  Essa coletânea foi gerada atraves da idéia de unir os guitarristas, pois conta com guitarristas extremamente conhecidos como Mozart Mello, Marcio Okayama, Joe Moghrabi, entre outros, mas tb conta com guitarristas pouco conhecidos, dando oportunidade a todos divulgarem seus trabalhos. A coletanea esta muito bacana, com musicas bem distintas umas das outras. Do Jazz […]

guitarsontheroad

Video dica aula- Atonalismo!!! insanidade simétrica!